MODISTA

Versão 02 - SP

 

1-Tinha eu dezoito anos

E na flora da mocidade,

Eu perdi a minha honra

Foi minha infelicidade.

 

2-Era eu uma costureira,

Na cidade eu trabalhava

Entre todas as costureiras

Era eu que namorava.

 

3-Namorei-me de um caipira,

Na sua casa me levou,

Só à noite aparecia

E depois me abandonou.

 

4-Minhas amigas e amiguinhas,

Olhem todas para mim,

Não se iludam com esses homens

Que eu com um já me perdi.

 

5-Ó meu pai, ó meu bom pai,

Tenha de mim compaixão,

Esta dor que eu sinto agora,

Me consome o coração.

 

6-Vai-te embora, filha maldita,

Tu de mim não terás perdão,

Vá viver na triste vida,

Vá viver na perdição.