O CONDE

Versão 01 - SE  

 

1-Estava no meu toalete

Penteando os meus cabelos,

Chegou o belo conde

Mamãe tomou e penteou os dele.

 

2-Quando meu pai chegar

Tenho muito o que contar,

Que a senhora namora o conde

Enquanto papai não está.

 

3-Minha mãe, minha mãezinha,

Passe pra porta do meio,

Venha ver o belo conde

Como está todo vermeio.

 

4-Tá maldiçoada filha,

Pelo leite que mamaste,

O conde tão bonitinho, é Celina,

Foste tu que o mataste.

5-A senhora há de morrer

Da mesma sorte que ele morreu,

E há de passar

Pelos sofrimentos que ele passou.

 

6-Eu não me importo de morrer

Nem tão pouco de padecer,

Só me importo dos filhinhos

Que ficaram em teu poder.

 

7-Os que foram meus irmãos

Eu mandarei educar,

E os que forem filhos do conde,

Eu mandarei degolar.