CEGO

Versão 01 - SP

1-Acorda, mamãezinha,

De tanto dormir

Venha ver um pobre cego

Cantar e pedir.

 

2-Se ele canta e pede,

Dá-lhe pão e vinho,

E diga ao pobre cego,

Que siga o seu caminho.

 

3-Vai-te minha filha,

Vai-te bem direitinha,

E tome a última benção

De tua mamãezinha.

 

4-Adeus, ó minha casa,

De portas e janelas,

Adeus, á minha mãe,

Tão falsa que era.

 

5-Ande tu, menina

Mais um pouquinho,

Que lá na verde mata

Já é o caminho.

 

6-Não quero teu pão

Nem quero teu vinho,

Só quero que a menina

Me ensine o caminho.

 

7-Espere um pouco,

Espere um pouquinho,

Enquanto vou lá dentro

Pedir à mamãezinha.

 

8-Valha, ó meu Deus,

Da Virgem Maria,

Estou ouvindo

Tropas de cavalaria.

 

9-Esconda tu, menina

Debaixo desta capa,

Que por fora é farrapo

E por dentro é de prata.

 

10-Valha, é Deus

Da Virgem Sagrada,

Nunca vi um pobre cego

De capa dourada.

 

11-Eu não sou um pobre cego,

Nem cego seria,

Eu sou aquele conde

Que te perseguia.