APARIÇÃO

Versão 01 - SP

1- Onde vais, ó cavaleiro,
Onde vais tão triste assim?
-Vou à casa de minha noiva,
Que faz anos e não a vi.

  2 -Sua noiva já morreu,
O enterro dela eu vi;
Sua noiva já morreu,
O enterro dela eu vi;

  3 -O manto que lhe cobria
Era todo de cetim,
E o caixão que lhe levava
Era todo de marfim.

 

4 -Seje morta, seje viva,
À procura dela eu vou,
Chegando ao cemitério
Uma voz lhe acompanhou.

  5 -Não se afaste, ó cavaleiro,
Não se afaste, ó tanto assim,
Não se afaste, ó cavaleiro,
Que sou tua noiva que vim despedir.